APLICAÇÃO DE PLANTAS MEDICINAIS NO CORPO

O que embasa a eficácia de todos os fatores curativos é estar sempre relacionando o homem à natureza, criando possibilidades terapêuticas, onde a prevenção seja a meta.

A Fitoterapia, ou a terapêutica através das Plantas Medicinais, é uma técnica que instrumentaliza e contribui à aqueles que procuram buscar na prevenção uma forma de alcançar seu equilíbrio e saúde. Sua terapêutica está nas várias possibilidades de elementos, estímulos e formas de aplicações. É utilizada como complemento a diversos tipos de técnicas e tratamentos.

Proposta

Pesquisar e resgatar o uso das plantas medicinais e aromáticas ressaltando seu valor terapêutico em seus diversos elementos, estímulos e aplicações, associados a Massoterapia.

Teoria

  • Estudo das propriedades terapêuticas das plantas medicinais
  • Técnicas utilizadas para as aplicações: Fitoterapia, Hidroterapia, Geoterapia, Aromaterapia
  • Estudo dos tipos de temperatura: quente, fria, neutra
  • Estudo dos tipos de estímulos: calor úmido, calor seco, frio, ambiente
  • Estudo dos tipos de elementos: ervas medicinais, água, argila, alimentos
  • Formas de utilização das plantas medicinais: chá, tintura-mãe, pomada, óleo essencial e terapêutico, pó, repelente, condimento, unguento, banhos, águas, incensos e defumadores.
  • Sensibilização e reconhecimento das plantas medicinais

Prática

  • Técnicas de aplicação:
  • Compressas: quente úmida, seca, fria, neutra
  • Cataplasma
  • Envoltura
  • Emplastro
  • Fricção
  • Banhos: imersão, tronco, assento (neutro, frio, quente, alternado), vapor, genital, limpeza e harmonização
  • Inalação
  • Gargarejo
  • Bochecho
  • Pedilúvio
  • Manilúvio
  • Moxabustão
  • Almofada
  • Clister
  • Unguento
  • Andar em água fria

Coordenação: Sidney Donatelli

 

(Consulte nossa agenda)