Massoterapia Oriental e ocidental


APRESENTAÇÃO

A massagem é em primeira análise, o ato intuitivo de tocar o corpo, num gesto de despertar, acariciar ou aliviar algum incômodo.O aperfeiçoamento deste ato se dá através das técnicas de massagem, que requer o desenvolvimento da sensibilidade, no sentido de perceber as necessidades e tocar nos limites acessíveis do corpo do massageado, e, para isto, o massoterapeuta deve estar preparado física e interiormente.
Do Oriente Antigo (aproximadamente 3000 A.C.) herdamos a medicina tradicional chinesa e as técnicas de massagem (An Mo e Tui Na), que atuam através de movimentos e toques em trajetos e pontos específicos (meridianos chineses) com um efeito regulador na distribuição de energia pelo corpo e estimulador das defesas naturais do organismo, eliminando assim a fadiga e os processos de desarranjos.
A Escola Amor, que vem atuando desde 1983 através de pesquisa, atendimentos e cursos, elaborou um método de massoterapia que integra os princípios orientais do Taoísmo e da Medicina Tradicional Chinesa, com os princípios ocidentais contemporâneos da visão global (holística) do ser humano e da interdisciplinaridade, enfatizando tecnicamente a liberação miofascial e a organização postural.

As técnicas utilizadas não são aleatórias ou simplesmente uma soma de práticas, mas uma composição de recursos constituindo um corpo terapêutico sólido, que possa dar assistência ao usuário nos aspectos físico (o universo corporal individual), anímico (o universo dos sentimentos e relação com o exterior) e energético (universo interior essencial e consciência macrocósmica).

 

 

DIDÁTICA

O conteúdo é desenvolvido através: do auto toque como forma de auto conhecimento, através do toque no outro como forma de reconhecimento da estrutura no corpo vivo (óssea-miofascial-energética), através de atividades corporais que desenvolvem a autoconsciência (propriocepção), através de aulas expositivas em datashow e material didático.
A seqüência da massagem, desta forma, é construída de forma vivencial, teórica e prática, fundamentada nos conceitos ocidentais e orientais.

PRÉ-REQUISITOS

  • Limite mínimo de idade 18 anos, máximo não há.
  • Escolaridade: Ensino médio completo ou cursando.

CERTIFICADO (optativo):
Pode ser solicitado a partir da aprovação do curso. O certificado é emitido pela Escola Amor com o aval dos coordenadores.

Equipe de Professores: Os Instrutores do curso são profissionais da área, credenciados na Escola Amor e participam de atividades para reciclagem.

 

 

Coordenação: SIDNEY DONATELLI

 

Curso Básico

OBJETIVO: Profilaxia (prevenção de doenças) e manutenção da saúde.

Massagem Oriental:
-Filosofia Oriental: Tao, Wu Qi, Tai Qi, Yin/Yang, Cinco Movimentos, Grande e Pequena Circulação de Energia no Corpo
- Meridianos Chineses de Energia
- Pontos de Comando
- Técnicas Utilizadas: An Mo, Do in e shiatsu
- Movimentos das Mãos
- Fontes de Energia:Respiração, alimentação e interpessoal.

Massagem Ocidental:
- Desenvolvimento da sensibilidade e consciência corporal
- Movimento das mãos
- Introdução da liberação miofascial
- Terapêutica do toque
- Técnicas Complementares: Polarização e Reflexologia, alongamento ativo e passivo, relaxamento e tônus muscular.

Anatomia E Movimento:
- Relações fundamentais: Ossos, Articulações, Músculos e Fáscia
- Conceito e Desenvolvimento da Propriocepção
- Pulsão do Corpo: A intenção do gesto
- Bases da Coordenação Motora: Enrolamento, endireitamento e Torção
- Músculos: membros inferiores, cintura pélvica, tronco, cintura escapular, membros superiores, pescoço e cabeça
- Relações das ações musculares nas intenções dos gestos.

 

Atendimento: interno entre os alunos.

ESPECIALIZAÇÕES

Recursos terapêuticos:  Avaliação e condução terapêutica.

-       Leitura Corporal : Avaliaç física e na visão psicossomática interpretações nas qualidades Energéticas: pensar, sentir, fazer e fluir e chakras. 12 horas

-       Tratamentos Específicos na massoterapia (com fisiologia) : coluna vertebral, cefaléia, torcicolo, distúrbio respiratório, distúrbio digestório, distúrbios uro-genitais, ciatalgia. 45 horas.

-       Meridianos e pontos de energia nos músculos: Localização anatômica, aprofundamento da técnica do toque e recursos da Medicina Tradicional Chinesa: Pontos Shu de tratamentos e pulsologia. 70 horas

-       Manobras e liberação miofascial. Anatomia e cinesiologia. 70 horas

-       Compressas teratêuticas: Aplicação de plantas medicinais. 6 horas

-       Massagem em bebês. 6 horas

-       Massagem em crianças. 6 horas

-       Massagem em gestantes. 6horas

-       Massagem expressa em cadeiras. 3 horas

-       Yoga e posturas. 12horas

-      Atendimento supervisionado. 42 horas

Fichas de atendimento

Estudo de casos

-      Procedimentos terapêuticos e Ética Profissional. 12 horas

Avaliações: 10 horas
Trabalho de conclusão do curso (TCC): 40 horas

 

 

DEFINIÇÃO DE MASSOTERAPIA

            Massoterapia é um grupo de técnicas e procedimentos terapêuticos naturais, não invasivos, tradicionais e contemporâneos, que tem como objetivo manter a saúde e prevenir desequilíbrios, contribuir na promoção do bem estar e da melhor qualidade de vida, assim como, em ação conjunta e complementar com as técnicas terapêuticas da medicina oficial, propiciar uma prática de cooperação em níveis e estágios diferenciados, visando maior eficácia nos tratamentos de saúde.

            A Massoterapia se enquadra na área de abrangência da integração terapêutica preconizada pela Organização Mundial de Saúde.

            Seu objetivo primordial é prevenir doenças e promover a saúde, maximizar a circulação da energia vital pelo corpo, estimular a circulação de uma forma geral, favorecer o auto-conhecimento e auto-consciência, contribuir para a organização do tônus muscular e para a normalização das funções fisiológicas, auxiliando no combate de dores, tensões, desequilíbrios e disfunções em geral e estresse.

            Todas as técnicas e métodos utilizados pela Massoterapia se destinam àqueles que necessitam do toque direto no corpo e / ou da massagem, para manter o estado de equilíbrio.

            O toque utilizado pela Massoterapia pode ser mais profundo ou mais sutil, de acordo com o objetivo da especialidade, tal como atuar na estrutura mecânica do corpo, estimular ou sedar algum estado energético e / ou fisiológico, conduzir a auto-consciência ou trabalhar campos energéticos.

LEGISLAÇÃO

            O exercício profissional dos massagistas, modernamente denominados de Massoterapeutas, foi reconhecido no Brasil em 10/12/1945, com a edição do decreto-lei no 8.345, que dispôs sobre a habilitação para o exercício profissional (massagistas, protéticos, óticos práticos, práticos de farmácia, práticas de enfermagem, parteiras práticas e profissões similares). Posteriormente, a Lei Federal no 3968 de /5/10/1961 dispôs especificamente sobre o “exercício da profissão de massagista” estabelecendo critérios para tal, entre os quais exigência de habilitação própria e as normas a serem observadas para aplicação de massagens em pacientes, além de definir as punições cabíveis em caso de seu descumprimento.

            Em 2001 foi criado o CONBRAMASSO, Conselho Brasileiro de Auto-Regulamentação da Massoterapia, que busca contribuir para a normatização e regulamentação da profissão. Já existe um Código de Ética adequado para o Massoterapeuta.

            A Câmara dos deputados recebeu em 1999 o projeto de lei nº 263/99, do deputado federal e ministro da justiça Aloysio Nunes Ferreira, autorizando a criação do Conselho Federal de Massoterapia. Em 2010 foi enviado o projeto de lei nº 6959 de 2010, para a regulamentação da profissão do terapeuta naturista.

            Por não haver a regulamentação ( Conselho Federal e regional ), o massoterapeuta atua como autônomo, devendo se inscrever no CCM, contribuindo com o ISS, código 04596 e o INSS..

ESCLARECIMENTO PÚBLICO

             Como não há a regulamentação na área de saúde da massoterapia, há um  consenso nacional através de Congressos e do Combramasso,  habilitando profissionais em cursos livres com carga horária de 320 horas, numa instituição  ou professores com experiência profissionais comprovadas,  ou em cursos técnicos(1200 horas) em escolas que tem o reconhecimento da Secretaria Estadual de Educação vinculada ao MEC. Lembrando que este reconhecimento é da área da Educação e não da saúde,  nesta, estamos batalhando há anos para a regulamentação da profissão.   

(Consulte nossa agenda)